Um homem de idade e nome não identificados será indenizado em R$ 30 mil por ter sido indevidamente preso durante 10 dias no cadastro do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP). A prisão ocorreu quando ele participava de uma audiência previdenciária na sede da Justiça Federal, em Palmas. Como havia um mandado de prisão em aberto, por suposta participação no caso d...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários