Por unanimidade, o STF (Supremo Tribunal Federal) julgou nesta quinta-feira (8) a improcedência de uma ação (ADI 3446) do PSL (Partido Social Liberal)  – sigla do presidente Jair Bolsonaro – que pedia a flexibilização de normas do ECA (Estatuto da Criança e Adolescente), para endurecer as normas aplicadas a menores infratores. Em resumo, a ação questi...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários