No Tocantins, contabilizando apenas os poderes e órgãos estaduais, em 2017 foram gastos R$ 13,7 milhões em auxílio-moradia. Os beneficiados foram juízes e desembargadores que integram o Poder Judiciário; promotores e procuradores de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE); deputados estaduais - Assembleia Legislativa e conselheiros e procuradores - membros do Tr...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários