A Justiça manteve suspensa decisão em primeira instância que determinava o encerramento das atividades da empresa Umanizzare no Estado. A suspensão foi provocada por agravo de instrumento protocolado pela empresa Umanizzare. Nela, o desembargador Ronaldo Eurípedes agenda audiência para tentativa de conciliação no dia 12 de setembro, às 15 horas. A empresa Umanizzare p...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários