Uma servidora pública, que não quis ter a identidade revelada, de 37 anos, conta que sua avó teve o diagnóstico da hanseníase há 13 anos. Por saber do fato, a servidora quando começou a estudar sobre a doença desconfiou que também poderia ter a mesma enfermidade. “Então procurei a hansenóloga da Rede Municipal em Palmas e ela confirmou após a avaliação do diagnóstico q...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários