O homem suspeito de matar o novo namorado da ex-mulher e de atirar compra o próprio filho é contratado da Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer, da Prefeitura de Araguaína. Ele invadiu a casa onde estavam as vítimas durante a madrugada de terça-feira (26) e abriu fogo com arma de calibre 40.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o homem, de 44 anos, que não teve o nome divulgado entrou na casa por volta da 1h e, motivado por ciúmes, disparou contra o atual namorado da ex, André Nascimento Lima, de 33 anos. A vítima levou vários tiros e morreu no local.

O suspeito é procurado pelas autoridades e o g1 não conseguiu contato com sua defesa até a publicação dessa reportagem.

A Prefeitura de Araguaína confirmou que o suspeito é servidor municipal. Também explicou que a Procuradoria Geral do Município está ciente do caso e aguarda a notificação oficial por parte do Ministério Público ou da Polícia Civil para prosseguir com as medidas legais cabíveis. (Veja nota na íntegra ao final da reportagem)

O filho do suspeito com a ex-mulher tem 14 anos e ficou ferido após tentar evitar que o pai atirasse na mãe. As balas atingiram a mão e a boca do adolescente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez os primeiros socorros e o levou para o Hospital Regional de Araguaína (HRA).

Conforme informações do Portal da Transparência do município, ele foi admitido na pasta em setembro de 2022 na modalidade de contrato com prazo determinado, e recebe salário de R$ 1.591,69 referente ao cargo de motorista de veículos leves.

Também consta na folha de pagamento o valor de R$ 248,16 referente a salário família, benefício destinado a trabalhadores com filhos de até 14 anos devidamente matriculados em instituições de ensino.

Descumpriu medida protetiva

O autor dos disparos tem passagens pela polícia pelos crimes de violência doméstica, ameaça e injúria. De acordo com a PM ele estava proibido, por decisão judicial, de se aproximar a ex-mulher, de 36 anos. Mas descumpriu medida protetiva pouco antes de invadir a casa dela.

A própria ex-mulher ligou para a polícia para informar que encontrou o ex-companheiro na frente da casa dela. Conforme a PM, nesse momento ele fugiu, mas voltou horas depois armado e cometeu os crimes.

O que diz a Prefeitura de Araguaína

A Prefeitura de Araguaína informa que a Procuradoria Geral do Município está ciente dos eventos ocorridos envolvendo um servidor, na madrugada deste dia 26 e que aguarda a notificação oficial por parte do Ministério Público ou da Polícia Civil para prosseguir com as medidas legais cabíveis.

Reiteramos nosso comprometimento com a ética, a responsabilidade e o respeito às leis vigentes. Estamos à disposição para colaborar com as investigações e tomar as providências necessárias para a preservação do interesse público e o cumprimento da legalidade.