A Seduc informou que a lenta execução das obras ocorreu por vários motivos, como contingenciamento de gastos para as contrapartidas e obras executadas com recursos do Estado, problemas contratuais apontados pela Controladoria Geral do Estado (CGE) e determinação de paralisação imediata de todas as obras auditadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Sob...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários