Foi condenado ontem, a 16 anos e três meses de reclusão, após julgamento em Paraíso do Tocantins, a 60 km de Palmas, Eidê Lopes Marinho, 38 anos. Ele foi considerado culpado pela morte de Emílio Mascarenhas, ex-prefeito de Oliveira de Fátima, em dezembro de 2006. O ex-prefeito foi encontrado morto com cinco tiros na cabeça. Mascarenhas estava dentro de seu veículo, na z...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários