Atualizada às 15:08 Um procedimento precatório com o objetivo de apurar a informação de extravasamento de esgoto na praia da Graciosa, em Palmas, foi instaurado pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO). A investigação também irá apurar as eventuais responsabilidades no vazamento, que está causando mau cheiro e espantando turistas. Conforme o promotor de Just...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários