A Campanha de Vacinação contra Influenza na Capital, que estava programada para terminar nesta sexta, 1º, foi prorrogada até o dia 15 de junho com o intuito de atingir mais pessoas dos grupos prioritários que ficaram abaixo da meta de vacinação, como crianças e gestantes. Segundo a Prefeitura de Palmas, 52.381 pessoas foram imunizadas, o equivalente a 96% dos grupos prioritários.

“Nesses 15 dias vamos tentar intensificar a busca de crianças e gestantes que ainda não receberam a vacina através dos agentes de saúde. Vamos também trabalhar com as equipes de imunização, a ida aos Centros Municipais de Educação Infantil para a vacinação das crianças”, destaca a enfermeira da a Central de Vacinas da Secretaria Municipal de Saúde (Cemuv/Semus), Juliana Araújo.

De acordo com a Prefeitura, das 19.825 crianças a serem vacinadas, apenas 13.377 foram imunizadas, equivalente a menos de 70% da meta. Entre as gestantes, 2.509 das 3.641 já tomaram a vacina. E das 599 puérperas - até 45 dias após o parto, 478 já foram imunizadas. Ainda segundo o órgão, os demais grupos ultrapassaram a meta: 11.977 idosos imunizados 113,2% dos previstos; 11.509 pessoas com doenças crônicas, mais de dois mil acima da meta que era de 9.830; quanto aos professores, 3.682 dos 3.400 previstos foram vacinados e 8.849 trabalhadores da saúde, sendo que a meta era 6.654.