“Elas comandavam não só toda a logística de comercialização de drogas, mas também a aquisição de armamento utilizado para ações criminosas e de proteção dos pontos de comercialização”, relata o delegado Eduardo de Menezes, da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), sobre as 11 mulheres presas na Operação Rosetta, que objetiva a desarticulação d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários