A Polícia Militar do Tocantins solicitou à Procuradoria Geral do Estado para que proceda a judicialização contra a AOCP- Assessoria em Organização de Concursos Públicos Ltda para que a empresa forneça os dados necessários para a devolução da taxa de inscrição paga pelo candidatos, uma vez que o concurso público foi anulado após ser alvo de fraudes. Segundo a PM, ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários