Hospitais e maternidades do Tocantins deverão orientar, antes da alta, pais ou responsáveis dos recém-nascidos quanto aos primeiros socorros em casos de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita. A obrigatoriedade já está valendo com a publicação no Diário Oficial do Estado, da Lei 3.547 de 29 de outubro de 2019, de autoria do deputado Jorge F...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários