Onze pessoas denunciadas pelo Ministério Público Estadual (MPE-TO), acusados de formação de organização criminosa, estelionato, entre outros crimes, viraram réus nesta quinta-feira, 16, por decisão do juiz Rafael Gonçalves de Paula. Dois dos réus também responderão por lavagem de dinheiro. A denúncia partiu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários