Das 47 pessoas que morreram no Tocantins por afogamento em 2019, 49% tinham ingerido bebida alcoólica, 21% estavam em embarcações, porém sem colete salva-vidas, e 13% eram crianças com menos de 13 anos. Os números servem mais como um alerta a população da necessidade de um cuidado redobrado e aos órgãos públicos para criarem meios de diminuir esses dados que significam v...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários