Desmatamentos com 60 hectares ou mais registrados na Amazônia entre os anos de 2016 e 2017 nos estados do Amazonas, Amapá, Mato Groso, Pará, Rondônia, Roraima e no Tocantins são alvos de 1.410 ações civis públicas. Conforme o MPF, 1.831 pessoas ou empresas responderão na Justiça pela remoção ilegal de mais de 156 mil hectares de floresta.  Em todas as ações há p...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários