Em torno de 60 proprietários de caminhões-pipa, que levaram água a mais de 50 cidades do Tocantins em 2017 e 2018, cobram mais uma vez pelos serviços prestados nos dois anos após contratos celebrados com o governo do Estado, por meio da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS). Os pipeiros estão nesta terça-feira, 20, em um protesto em frente à ATS. Em 2017, a dívi...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários