O Sindicato dos Médicos do Tocantins (Simed-TO) reforçou à diretoria do Plansaúde durante reunião que só convocará assembleia para deliberar uma possível volta ao atendimento a governo se as reivindicações da categoria forem atendidas na integralidade. A classe decidiu em uma assembleia no último dia 17 de outubro que deixariam de atender aos usuários do plano no dia 2...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários