O Estado do Tocantins tem o prazo de 180 dias para reduzir para 24 as mulheres detidas no presídio feminino de Palmas, que é a capacidade máxima da unidade, além de providenciar camas com colchões e uniforme para todas elas, além de produtos de higiene em quantidade e frequência compatíveis com as necessidades razoáveis de todas elas. A determinação consta em liminar c...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários