Uma mulher se apropriou do cartão de crédito da mãe idosa, sem a devida autorização, e com ele realizou diversas compras. Por esse motivo a juíza da 5ª Vara Criminal de João Pessoa (PB) condenou a filha perdulária a prestar serviços à comunidade, além do pagamento de cinco salários mínimos.
 
A mulher foi ainda mais longe, pois cadastrou senha do cartão de…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários