Dídimo Heleno
 
O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que a filha de um policial militar falecido em 1988 devolvesse os valores recebidos a título de pensão por mais de três anos, enquanto vivia em regime de união estável, uma vez que, segundo a lei, ela somente teria esse direito se estivesse solteira.…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários