Apenas 11 dias antes de morrer o juiz americano Stephen Reinhardt, do Tribunal de Recursos da Nona Região, entregou à Corte o seu voto a respeito da igualdade de salários entre homens e mulheres. Dias depois o seu voto saiu-se vencedor por 6 a 5. Porém, antes da publicação, o julgador faleceu, mas o Tribunal emitiu a decisão mesmo assim.
 
Chegando à Suprema…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários