A senadora Selma Arruda (PSL-MT), conhecida como “Moro de saias”, deve continuar com o mandato cassado, se depender da Procuradoria-Geral Eleitoral, que em parecer enviado ao Tribunal Superior Eleitoral opinou pela convocação imediata de novas eleições para o Senado no Estado de origem. Ela foi condenada por caixa dois e abuso de poder…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários