Ainda sobre a discussão a respeito da progressão de regime da pena de Lula o desembargador Victor Luiz dos Santos Laus, do Tribunal Regional da 4ª Região, disse que se o ex-presidente entender que não deve aceitar um benefício, é um ato discricionário dele. E emendou: “Nós já recebemos manifestações da comunidade de Curitiba, da cidade e do entorno onde se localiza a Polícia Federal,…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários