Foi cancelado pela Justiça o passaporte diplomático que havia sido concedido ao pastor evangélico R. R. Soares. A 6ª Vara Cível de São Paulo entendeu que o governo não justificou como o favorecido age no interesse do Brasil para ser portador do documento. A concessão foi questionada por meio de ação popular proposta pelo advogado Ricardo Amin Abrahão Nacle, que na petição afirmou que o ato…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários