Após o depoimento de diversas testemunhas, o júri ouviu a versão do acusado de matar a professora Heidy Aires Barbosa em 2014, Allan Moreira Borges. Ele recebeu a orientação de que seu depoimento seria dividido em duas partes: a primeira é obrigatória a resposta e condiz com a vida pessoal dele, e a segunda sobre os fatos, não sendo obrigatória a resposta, entretanto s...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários