Um reeducando morreu e outros dois teriam sido baleados durante suposto princípio de rebelião na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), na manhã desta terça-feira, 26. Um agente prisional confirmou a morte e que uma das vítimas é atendida nesta tarde no Hospital Geral de Palmas  (HGP). Uma testemunha que não quis se identificar relatou que ouviu tiros ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários