A Justiça de Goiás negou por unanimidade o pedido de habeas corpus feito pela defesa do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, de 77 anos, por posse ilegal de armas de fogo. A decisão foi tomada nesta terça-feira (12), durante sessão realizada na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). O desembargador-relator, Edison Miguel d...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários