Em sentença proferida pelo juiz Manuel de Faria Reis Neto no último dia 6, foram condenados Leôncio Lino de Sousa Neto, ex-prefeito do município de Lagoa da Confusão, e outras seis pessoas por improbidade administrativa. A condenação foi possível após Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE-TO) que investigou um esquema de fraude e direcionamento e...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários