Um homem de 45 anos é suspeito de atear fogo e matar o próprio pai, Raimundo Rodrigues de Sousa, de 70 anos. O crime ocorreu no domingo (31) em São Sebastião do Tocantins, região extremo norte do estado. A informação foi confirmada pela Polícia Militar (PM) e Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A PM informou que a equipe policial foi acionada para averiguar denúncia de maus-tratos de incapaz. Ao chegar próximo ao local, populares informaram aos policiais que se tratava de um homicídio,

Na casa, a equipe policial encontrou a vítima com a região do tórax, braço direito e rosto carbonizado e com uma faca cravada no pescoço.

O suspeito estava na cozinha, com uma faca na mão. A Polícia Militar relatou que foi dada ordem de parada ao suspeito, solicitando que ele largasse a faca.

"Foi dada ordem de parada e foi solicitado que o suspeito largasse a faca no chão. Não sendo atendido, foi necessário efetuar três disparos de espingarda calibre 12, com elastômero. A agressão não cessou, então foi feito uso de munição letal, atingindo uma das pernas do agressor", informou a PM.

A SSP informou ainda que o homem foi detido, porém, devido aos ferimentos, foi encaminhado para o Hospital Regional de Augustinópolis, onde permanece internado sob custódia do Sistema Penitenciário.

A prisão foi ratificada pelo delegado plantonista da 3ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguatins. O caso será investigado pela 7ª Delegacia de Esperantina.

Ainda de acordo com a SSP, o corpo da vítima foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal de Araguaína, onde passou por exames de necropsia e já foi liberado aos familiares.