De 2018 a 2021, período marcado pela gestão do ex-governador Mauro Carlesse (Agir) e do ex-secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, crimes como os casos de feminicídio e morte de pessoas em confrontos policiais cresceram mais de quatro vezes em números absolutos. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Seg...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários