Milhares de adolescente de 1.769 cidades em 112 países decidiram não ir à escola ontem. Isso para seguir o exemplo de uma jovem sueca de 16 anos e fazer uma greve escolar para pedir ações dos governantes contra as mudanças climáticas. Trata-se do ápice de um movimento solitário que Greta Thunberg deu início em uma sexta-feira em agosto do ano passado. Ela decidiu...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários