Nesta quarta-feira, 25, a Justiça determinou que o governo do Tocantins informe em até cinco dias quais providências administrativas serão adotadas para que sejam realizadas cirurgias neurológicas em pacientes internados no Hospital Regional de Araguaína (HRA). A decisão do Poder Judiciário é resultado de uma Ação Civil Pública (ACP) ajuizada no ano de 2015 pelo Ministério P...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários