A dança das cadeiras que se tornou o sistema penitenciário do Tocantins após decisão judicial determinar o desligamento dos 745 contratados para que os aprovados no concurso de 2014 tomassem posse traz preocupações à segurança das unidades prisionais, dos próprios agentes e dos tocantinenses. O alerta vem do presidente da Associação dos Servidores do Sistema Prisional do To...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários