A Justiça determinou que o Estado cumpra a obrigação legal de manter, de forma contínua e permanente, os serviços do pronto-socorro Adulto do Hospital Regional de Gurupi (HRG). O local, segundo os autos, sofre deficiência de médicos plantonistas na unidade médica que comprometem o funcionamento de atendimento de urgência e emergência 24h. A decisão desta segunda-feira, 2...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários