Denúncias de maus-tratos e tortura supostamente praticados por agentes contra presos do Centro de Reintegração Social Luz do Amanhã, em Cariri, Sul do Tocantins, fez com que a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) requeresse à Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) a instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar os fatos. O...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários