O Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou ontem uma ação civil pública em desfavor da servidora pública municipal de Itacajá Cacilda Borges Pires de Castro, 39 anos. O MPE a acusa de registrar candidatura ao cargo de vereadora em 2012 com a finalidade de afastar-se do cargo público de professora, mantendo a remuneração, enquanto se dedicava à campanha do marido, Rina...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários