O deputado Capitão Augusto (PR-SP) deixou nesta quarta-feira, 24, o cargo de vice-líder do governo na Câmara, alegando "motivos pessoais", mas, ao jornal O Estado de S. Paulo, admitiu descontentamento e classificou o relacionamento político do Planalto com o Congresso como "uma sequência de erros". O PR foi um dos partidos que exigiram mudanças no relatório da ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários