Durante a sessão de votação para a abertura ou não do processo de impeachment da presidente Dilma, uma confusão entre parlamentares terminou em cusparadas. O deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) tentou cuspir em Jair Bolsonaro (PSC-RJ) após ter declarado voto contra o impeachment. "Jean tentou cuspir no meu pai porque ele estava falando 'tchau, querida, tchau, quer...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários