Parlamentares defendem que o Brasil adote postura neutra em relação ao embate entre os Estados Unidos e Irã. Após o ataque que matou o comandante militar iraniano, Qassim Soleimani, o presidente Jair Bolsonaro se alinhou ao EUA. O Itamaraty, em nota, manifestou "apoio à luta contra o flagelo do terrorismo". À Coluna, o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado,…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários