O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abriu na noite desta terça-feira, 6, a ordem do dia para começar a votar o segundo turno da reforma da Previdência. Os deputados aprovaram um requerimento para se quebrar o interstício, prazo regimental exigido de cinco sessões de plenário entre a votação do primeiro e do segundo turnos. Após este requerimento, o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários