O vice-prefeito de Novo Acordo Leto Moura Leitão (PR), réu sob acusação de ser o mandante da tentativa de morte do prefeito de Novo Acordo, Elson Lino (MDB) irá cumprir a prisão domiciliar na capital.

A defesa apresentou o pedido e uma nova decisão da juíza Aline Marinho Bailão Iglesias alterou prisão domiciliar inicialmente para o endereço do réu em Novo Acordo para uma residência…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários