O promotor Miguel Batista de Siqueira Filho, titular da 22ª Promotoria de Justiça da Capital abriu inquérito civil na terça-feira, 8, para investigar se há ilegalidade no cumprimento da jornada de trabalho dos jornalistas concursados do Poder Executivo Estadual.

Segundo a portaria assinada pelo promotor, o inquérito iniciou em 2018 e vai apurar se os jornalistas concursados cumprem…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários