Atualizada dia 13.8.19 às 17h 25

Em meio ao discurso de austeridade e mesmo com a suspensão de progressões e reajustes dos servidores efetivos do Estado do Tocantins, sob justificativa de buscar o equilíbrio fiscal, o governo de Mauro Carlesse (DEM) não poupou nas nomeações para a Secretaria Executiva da Governadoria. A pasta é guarda-chuva para abrigar as…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários