Repousa no gabinete do desembargador Luiz Gadotti, no Tribunal de Justiça (TJTO), a ação que vai decidir o futuro da segunda fase da Operação Espectro, da Polícia Civil do Tocantins.

Autuado dia 7 de fevereiro, exatamente às 13h45h50, no processo - que tem o nome técnico de "Conflito de Jurisdição" - o desembargador irá decidir o alcance do foro privilegiado do deputado estadual…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários