O ex-governador Marcelo Miranda (MDB) é um dos indiciados por peculato e concurso de pessoas (quando alguém participa de um crime também recebe as penas aplicadas) no inquérito deu origem à Operação Catarse, que a Polícia Civil deflagrou, em 2018, para apurar a atuação de “servidores fantasmas” que recebiam, mas não trabalhavam no governo estadual.

 A investigação concluída e…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários