O Cartório de Registro de Imóveis da 1ª Circunscrição de Goiânia se recusou a cumprir a decisão da Justiça Federal do Tocantins que determinou o cancelamento do bloqueio sobre dois lotes do agropecuarista José Edmar Brito Miranda Júnior dados em garantia ao Bradesco para contrair financiamento de outro imóvel.

Na mesma decisão, a Justiça Federal no Tocantins determinou que o…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários