A Asmeto (Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins) emitiu nota em sua contano Instagram repudiando as ironias e ataques dos servidores ao juiz Roniclay Morais, que barrou o pagamento de mais de R$ 350 milhões a servidores do Judiciário, na fase de execução, em processo sobre a conversão da URV em Real.

Para a associação, o juiz julgou por seu livro convencimento no…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários