Pelo término do mandato no dia 31 de janeiro e pelo início do mandato no dia 1º de fevereiro, a Assembleia Legislativa pagou aos deputados tocantinenses a bagatela de R$ 1,1 milhão extra, além dos salários normais em janeiro e fevereiro. Nenhum deles abriu mão do auxílio que é pago no início e no final do mandato para “despesas de transporte”.

Do começo ao fim

Uma…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários