A empresa Infosolo Informática S.A., que operava o estacionamento rotativo na capital até se separar para criar a Palmas Estacionamento, que hoje controla a cobrança de estacionamento, ingressou com uma ação na Justiça Estadual para obrigar a prefeitura de Palmas a fazer um aditivo ao contrato dessa concessão.

No mandado de segurança, a empresa pede a concessão de liminar…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários